Loading

Tudo o que você precisa saber sobre permuta de imóveis – parte 1

permuta

Crise. Essa palavra que temos repetido tanto nos últimos anos virou termo corriqueiro na vida do brasileiro. Mas, como a Terra continua girar, nós vamos buscando soluções e resolvendo nossas pendências da melhor maneira possível. No que diz respeito ao mercado imobiliário, uma modalidade de negociação vem ganhando um espaço significativo: a permuta. A permuta nada mais é do que a troca de bens, envolvendo ou não uma compensação em dinheiro (quantia chamada de torna) caso não sejam considerados equivalentes. A permuta pode se aplicar a todas as variáveis de imóveis: terrenos, apartamentos, casas e imóveis a serem construídos.

A permuta pode acelerar um sonho de mudança sem envolver uma quantidade tão grande de dinheiro, ou seja, ela pode ser mesmo uma boa resposta para colocar planos em prática nos tempos de “vacas magras”. Em entrevista ao jornal baiano A Tarde, um especialista estima que cerca de 70% dos empreendimentos imobiliários atualmente envolvem algum tipo de permuta. O blog Amim Imóveis vai listar uma série de pontos aos quais você deve ficar atento caso se interesse por fazer uma permuta.

Divisão de despesas – neste tipo de negociação, as despesas da transação ficam a cargo das duas partes envolvidas. No caso de imóveis já quitados, tudo é mais simples, pois não há associação a um crédito de financiamento. Mas se uma das propriedades está em processo de pagamento, o dono precisa procurar o banco para elaborar um novo contrato de empréstimo.

Imposto de Renda – caso a troca de imóveis seja feita sem a necessidade da torna, ambos ficam isentos do pagamento de imposto de renda. Isso ocorre porque a Receita Federal interpreta que o custo de um imóvel recebido em permuta é exatamente igual ao valor declarado pelo proprietário anterior.

Condições da permuta – reiterando: você pode fazer a permuta sendo proprietário de qualquer tipo de imóvel, sendo lotes, terrenos, prédios, casas e apartamentos. O que você precisa é estar aberto a ouvir o outro lado da transação E ter bastante flexibilidade para chegar a um acordo.

Quando a permuta é uma boa opção – o que tem tornado esse tipo de negociação cada vez mais comum é o fato de envolver montantes menores de dinheiro e economizar o tempo dos envolvidos. Isso porque muitas vezes a venda de um imóvel pode demorar para acontecer e o proprietário pode ter que aguardar muito para que possa pensar em comprar outro. Pode ser uma opção interessante ainda para que tem um terreno, mas quer usá-lo como imóvel novo no futuro. Como assim? Você pode negociar com uma construtora a troca do terreno por uma ou mais unidades do empreendimento que será construído. Você deve consultar um corretor para avaliar se você tem um perfil que se encaixa numa situação de permuta.

Ainda não esgotamos esse assunto! Nossa próxima postagem será sobre os cuidados especiais que você precisa tomar, especialmente no que diz respeito ao contrato de permuta. Fique ligado no blog Amim Imóveis.

Amim Imóveis

Amim Imóveis

LEAVE A COMMENT