Loading

A alma encantadora das prais, trilhas e passeios de Niterói

Praia de Itacoatiara

Praias, trilhas, construções históricas… Já faz tempo que todo mundo descobriu que Niterói é muito mais do que uma bela vista para o Rio de Janeiro. E os atrativos da cidade sorriso só aumentam: a maior travessia ecoturística de Niterói será inaugurada ainda esse mês (Travessia Tupinambá) e a Praia de Itacoatiara foi eleita recentemente como uma das praias mais bonitas do Brasil (12ª posição). Em Niterói, unem-se a proximidade às vantagens dos centros urbanos com o clima bucólico de algumas regiões. O blog Amim Imóveis reuniu para vocês 10 opções – incluindo as já citadas – que vão te deixar ainda mais encantado com Niterói (caso você ainda não conheça).

Praia de Itacoatiara

A praia é a mais badalada da Região Oceânica da cidade e tem visto sua fama crescer nacional e internacionalmente. Point de surfistas e amantes da natureza de maneira geral, a Praia de Itacoatiara é conhecida por suas ondas, seu sanduíche natural e, claro, pelo incrível visual. Nos arredores temos o Costão de Itacoatiara – que compõe a exuberância da Serra da Tiririca -, a Pedra do Pampo e a Enseada do Bananal. E para quem não é surfista ou prefere evitar as ondas grandes, ainda existe a opção de ficar curtindo na Prainha, local onde é possível levar as crianças para aquele mergulho tranquilo (exceto em dias de mar muito agitado).

Travessia Tupinambá

Essa ainda é novidade. O que sabemos por enquanto é que se trata de um percurso com 7 quilômetros que ruma de São Francisco a Piratininga (e vice-versa). Durante o caminho serão paisagens inesquecíveis, sítios históricos, um córrego e os encantos proporcionados pela vegetação da Mata Atlântica. Segundo matéria do jornal O Globo, grande parte do trajeto já recebeu sinalização rústica e “trabalho de manejo para facilitar a caminhada e garantir um mínimo de segurança”. A trilha, apontada pelo Parque Municipal Natural de Niterói como leve em sua maior parte, pode ser acessada pelos dois extremos, mas a opção pelo Parque da Cidade é considerada a melhor.

Parque da Cidade

Uma vista inesquecível. No Parque da Cidade você pode saltar de parapente e asa delta, se curtir essas aventuras, mas o mais marcante com certeza é o visual que se tem lá de cima. Mas antes que os engraçadinhos falem sobre a vista para o Rio, o local nos posiciona acima de praticamente a cidade inteira e podemos apreciar ainda todo o esplendor da Baía de Guanabara e da Região Oceânica. Nos fins de semana, há um restaurante que serve um delicioso café da manhã para os visitantes. Outra dica importante: o pôr do sol do Parque é incrível.

O pôr do sol no Parque da Cidade encanta os visitantes | Foto: Banco de imagens

O pôr do sol no Parque da Cidade encanta os visitantes | Foto: Marinelson Almeida Silva

 

Fortaleza de Santa Cruz

Com mais de 400 anos de existência, a Fortaleza é um dos espaços históricos mais importantes de Niterói. O local é o mais antigo sítio de ocupação contínua militar das Américas. A história conta que expressões ilustres como “um olho na missa outro no padre”¹, “a cobra vai fumar”² e “não adianta forçar a barra”³ foram cunhadas nesta construção histórica. São cerca de 90 mil visitantes por ano e é um passeio que vale muito a pena.

Centro de Artes UFF

Com preços populares ou mesmo atividades gratuitas, o Centro de Artes da UFF certamente merece uma visita. Com cinema, teatro e espaços para exposições, o local representa uma importante ponte entre o universo acadêmico e a população da cidade. Além de ser muito bem localizado – em frente à Praia de Icaraí -, o centro de artes sempre recebe eventos que enriquecem a vida cultural de Niterói.

Campo De São Bento

Nenhum lugar em Niterói tem mais cara de passeio em família quanto o Campo de São Bento. Além de todos os atrativos já bem familiares como canteiros, lagos, brinquedos para as crianças, o local entrou com mais força há algum tempo na rota de eventos gourmet com seus food trucks e cervejas artesanais. O Parque recebe ainda todos os fins de semana uma grande feira de artesanato. Certamente vale a visita.

Campo de São Bento é um ótimo ponto da cidade para passear com a família, especialmente se houver crianças

Campo de São Bento é um ótimo ponto da cidade para passear com a família, especialmente se houver crianças | Foto: Marinelson Almeida Silva

Solar do Jambeiro

O Solar do Jambeiro é um espaço com muito verde onde se respira arte e cultura. O lindo prédio foi construído em 1872 por um comerciante português e tem paredes compostas por azulejos tradicionais. Casarão foi tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) em 1974. Mas o local é muito mais que sua aparência. Com uma programação diversa e a preços populares, o Solar pode significar uma experiência marcante na vida de quem se dispõe a refletir com uma de suas peças, a se envolver com uma das suas apresentações musicais e, afinal, a sentir o que toda essa beleza tem a dizer.

Museu de Arte Contemporânea

Quem nunca ouviu falar do “disco voador” estrategicamente posicionado no alto da Baía de Guanabara e com design do arquiteto Oscar Niemeyer? A própria construção já é uma obra de arte, mas seu interior também reserva um mar de encantamento. Inaugurado em 1996, o espaço conta com a Coleção João Sattamini, um conjunto de mais de mil peças, reunidas pelo colecionador João Sattamini, sendo a segunda maior coleção de arte contemporânea do Brasil. Ainda tem as exposições por temporada e uma série de atividades fixas para você aproveitar. Esse importante símbolo da cidade tem tudo para te conquistar.

Praias de Piratininga, Camboinhas e Sossego

Em destaque na Região Oceânica de Niterói temos a Praia de Itacoatiara. Mas não podemos deixar de falar dos outros encantos dessa parte da cidade. Uma do ladinho da outra, cada uma pode te proporcionar uma experiência interessante a sua maneira. Em Piratininga, você pode curtir aquele pôr-do-sol digno de palmas e aproveitar um gostoso banho em uma de suas praias (tem o mar mais agitado do Praião e a calmaria da Prainha). Para chegar ao Sossego, você pode fazer uma trilha bem levinha e rápida que leva a uma praia pequena e linda! Camboinhas tem a areia bem branquinha, um bom número de quiosques e um calçadão organizado e limpo. O cardápio é variado.

Enseada de São Francisco

Região de muitos restaurantes, quiosques e opções de entretenimento, a enseada de São Francisco (que os nativos chamam de Saco de São Francisco) é um bom caminho a se seguir. Sabe aquela caminhada para refletir e retomar as energias? Ou um bate-papo com os amigos com um vento vindo do mar acompanhado de um bom chope ou um cachorro quente? A enseada de São Francisco é linda durante o dia e animada durante a noite nos fins de semana, ou seja, é um bom passeio a qualquer hora.

Bom, nós queremos que esse texto seja um teaser para quem ainda não conhece um ou alguns desses lugares para marcar logo a visita. Niterói é uma cidade com muito a oferecer e o prazer de desbravar pode proporcionar momentos especiais e o desenvolvimento (ou aprofundamento) de uma linda relação afetiva com a cidade.

NOTAS:

1 – A expressão um olho “na missa outro no padre” tem sua origem no período em que o local era base para confrontos militares. Quando celebrava a missa para as sentinelas, o padre ficava atento pela janela lateral do altar ao que acontecia na entrada da Baía de Guanabara. Quando chegava um navio com inimigos, os militares ocupavam seus postos e se preparavam para a batalha.

2 – “A cobra vai fumar” teria a ver com uma descrença à época da Segunda Guerra Mundial de que o Brasil se envolveria no conflito. Dizia-se que era mais fácil uma cobra fumar do que o Brasil entrar na guerra. Os fatos que se viram depois pelos homens da fortaleza provou que os céticos estavam errados.

3 – o “não adianta forçar a barra” teria relação com a invasão francesa, no século XVIII, quando os navios invasores romperam a barra da Baía da Guanabara, entre o Forte São João, na Urca, e a Fortaleza de Santa Cruz.

Amim Imóveis

Amim Imóveis

LEAVE A COMMENT